Inscreva-se no Site

Inscreva-se no Site

Receba todas as novidades do Mestre da Obra, basta informar o seu e-mail.

Seu e-mail está 100% seguro, não enviamos publicidade.

FAQ – Perguntas Frequentes

Dúvidas? Calma… Temos o Melhor Suporte do MUNDO!

Fazemos com amor, por isso nos consideram os melhores…

Bem vindo(a) a nossa sessão de Perguntas Frequentes, também conhecida como FAQ (Frequently Asked Questions).

Aqui já estão respondidas dezenas de questões que frequentemente surgem como dúvida para os usuários do portal Mestre da Obra, agilizando assim o suporte e a sanação das dúvidas.

Nossa FAQ está dividida por categorias, para facilitar sua pesquisa. Você também pode apertar juntas as teclas CTRL + F do seu teclado e pesquisar por palavras-chave e ver se há alguma dúvida já respondida sobre isso aqui na página.

+ Para ver a resposta, clique em cima da respectiva pergunta.

Use e abuse dessa página aqui, pois fizemos com intenção de agilizar todo o seu processo de aprendizagem. =)

Se ainda restar dúvidas sobre alguma coisa, deixe sua pergunta nos comentários, ou entre em contato.

Última Atualização: 13 de julho de 2019 às 09:07hs.

Sobre o curso Mestre Fiscal de Banco

Não, os Bancos contratam empresas como a minha e terceirizam os serviços. Existem sim os concursos para Caixa, Banco do Brasil, entre outros, mas os engenheiros e arquitetos do quadro próprio, basicamente atuam “internamente” e não fazem fiscalização de obras.
O curso contém 14 módulos de puro conteúdo prático onde mostro exatamente “o que e como” fazer para você ser um Mestre Fiscal de Banco. Você vai aprender desde como abrir e gerenciar a sua empresa, preparar a documentação técnica, participar do credenciamento e contratação junto aos Bancos, vou ensinar como executar cada serviço, vou ensinar estratégias de como usar o seu conhecimento em outras áreas, e muito mais. Ao final do treinamento Mestre Fiscal de Banco você estará pronto para construir uma carreira brilhante, em diversas áreas da Construção Civil, pois o seu conhecimento será abrangente e conciso. Você poderá empreender e atuar em diversas áreas da engenharia e arquitetura. Você ainda terá conhecimento e preparo o suficiente para ser um Mestre Fiscal de Banco e também de grandes empresas, como por exemplo Ipiranga, Petrobrás, Shell e até mesmo Tribunais de Justiça. Além disso tudo, você ganhará os seguintes bônus após a conclusão do curso:
  • Bônus 1: Fluxograma do curso “Mestre Fiscal de Banco”
  • Bônus 2: Como atuar na sua primeira vistoria, desde ligar para o cliente até entrega do trabalho ao Banco
  • Bônus 3: Como ser fiscal de Vários Bancos
  • Bônus 4: Como ser fiscal de outros tipos de empresas, por exemplo: Ipiranga, Petrobrás, Shell. Não precisa agradecer ;D
  • Bônus 5: Como aplicar esse conhecimento em Perícias Judiciais
  • Super Bônus 6: Como executar e gerenciar uma obra para Financiamento Bancário, da contratação do cliente, à entrega das chaves
O Curso será 100% online, com aulas gravadas, e acesso vitalício. Durante as aulas você poderá baixar os materiais da própria aula, pois vamos fazer tudo passo a passo e na prática. Ao final do curso será emitido um certificado de conclusão, que inclusive é exigido pelos Bancos para a contratação dos serviços.
A contratação é feita através de credenciamento. Basicamente são duas etapas para contratar: Na primeira etapa será analisado a sua documentação pessoal e empresarial, para saber se a sua empresa cumpre os pré-requisitos mínimos de contratação. Depois é feito a análise técnica dos Responsáveis Técnicos, ou seja, a sua documentação de Engenharia ou Arquitetura. Nesta etapa da análise técnica que está o segredo, pois vou ensinar você a conseguir atender todos os pré-requisitos, através do meu curso. Detalhe: a sua empresa pode ter mais de um Responsável Técnico, ou seja, você pode contratar vários profissionais para atuar em diversos serviços, cidades e estados diferentes.
O processo é físico. Você vai precisar juntar muitos papeis e documentos, assim como em uma licitação. Vou orientar tudo passo a passo no curso. Mas não precisamos ir a lugar nenhum, tudo é feito online, por telefone e correios.
Serve para várias formações da engenharia e arquitetura: Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Agronomia, Engenharia Agronômica, Engenharia Agrícola, Engenharia Florestal, Engenharia de Pesca, Engenharia Ambiental, Engenharia Mecânica ou Industrial ou de Produção, Engenharia Eletrônica, Engenharia de Minas ou Geologia, Engenharia de Agrimensura ou Engenharia de Cartografia, Engenharia Sanitária ou Química, Engenharia de Petróleo, Engenharia Naval, Arquitetura e Urbanismo.
No meu curso você vai aprender como os Bancos trabalham. Mesmo que você não seja credenciado no próximo edital, você terá conhecimento de como funciona os “procedimentos internos” dos bancos. Somente isso já te colocaria a frente de 99% dos profissionais que atuam no ramo de Construções Financiadas por exemplo. O conhecimento que vou te passar é específico para você atuar como Fiscal de Bancos, mas imagina você atuando como construtor e sabendo exatamente o que os Bancos vão fazer nos seus futuros processos. Portanto, este curso não é apenas para você ser Fiscal de Bancos, mas é também para saber como eles atuam, e esse é o GRANDE SEGREDO do meu curso. Imagine todas as possibilidades, mesmo que não esteja prestando serviço para o Banco!? ;D
São prestados serviços técnicos de Engenharia, Arquitetura e Agronomia nas atividades de: Avaliação de Imóveis e Outros Bens e Atividades Correlatas; Análise de Projeto Habitacional, Comercial, Institucional ou Industrial; Elaboração, Análise ou Consultoria de Projeto Habitacional, Comercial, Institucional ou Industrial e Orçamento; Análise e Consultoria de Estudo, Projeto e Aquisição de Máquina e Equipamento de Saneamento; Análise e Consultoria de Estudo, Projeto, Aquisição de Máquina, Equipamento e Insumo de Infra-Estrutura Urbana ou Rural e Meio-Ambiente; Edificação: Vistoria e Acompanhamento de Obra; Danos Físicos: Consultoria, vistoria, diagnóstico, orçamento e acompanhamento; Saneamento: Acompanhamento de obra, estudo, projeto ou aquisições; Infra-estrutura e Meio-Ambiente: Acompanhamento de obra, estudo, plano ou aquisições; e Acompanhamento e Análise Técnica de Empreendimentos Habitacionais.
Não. Mas especificamente para os serviços de Avaliação de Imóveis, os Bancos exigem um curso de pelo menos 20 horas de Avaliação por Inferência Estatística. Esse é módulo 6 do curso “Mestre Fiscal de Banco”, o qual atende este pré-requisito. Para os demais serviços, como por exemplo acompanhamento e medição de obras, não é necessário nenhum curso, apenas apresentar comprovação de experiência através de ART/RRT de serviços que você já executou. Mas o grande volume de serviços são as Avaliações de Imóveis, algo em torno de 70% da demanda, portanto para o credenciamento ser viável, recomendo que faça o meu curso, o qual contempla o módulo de Avalição de Imóveis exigido pelos bancos.
O meu curso serve justamente para você saber e aprender como atuar em todos estes serviços, portanto, serão detalhados todos os serviços desde o recebimento da demanda, realização da vistoria, produção do laudo, e entrega ao Banco.
O curso é justamente para você! Durante o curso eu vou te ajudar a preparar toda a sua documentação técnica como por exemplo as ART/RTT necessárias, inclusive os laudos que são exigidos para apresentação durante a contratação.
Para sabermos se você precisa fazer o meu curso completo, me responda a seguinte pergunta: Quando você cria um modelo de regressão linear múltipla por inferência estatística, você prefere utilizar a variável “localização” como sendo qualitativa ou dicotômica? Por que? Dependendo da sua resposta, vamos saber se você precisa fazer o meu curso completo, incluindo o módulo de avaliação ou não. 😀
Sim, basta isso. Mas, no curso tem um módulo inteiro onde ajudo você a preparar todos os acervos técnicos necessários, inclusive os que garantem os serviços de Análise de Projeto, Medição de Obra, e Avaliação de Imóveis. Saiba: São mais de 30 tipos diferentes de serviços que você pode se credenciar, inclusive perícias de danos físicos, projetos, fiscalização de obras públicas, hospitais, creches, escolas, infraestrutura básica urbana, asfalto, drenagem, esgoto. Enfim. Tudo que você tiver de acervo, você consegue contratar. Lembre-se, você não precisa se credenciar em todos os serviços, apenas naqueles que você quiser.
Os editais são abertos em vários Estados, e você pode contratar em quantos você quiser, então a sua demanda é você quem faz. Lógico que existem alguns detalhes e observações a serem estudados, como por exemplo a viabilidade, mas é basicamente assim que funciona. Além de você escolher o Estado, você escolhe também as cidades em que quer atuar. Ou seja, você define a sua demanda. Para você ter uma ideia, de 2015 a 2017 eu atendi sozinho o estado inteiro de Rondônia e a região norte do Estado do Mato Grosso. Eu rodava por semana cerca de 2.500 km, saindo de Porto Velho, indo até Cuiabá, depois de Cuiabá ia até Sorriso ou Sinop e então voltava para Porto Velho. Chegava a fazer cerca de 90 a 120 vistorias por mês nesses dois estados. Enquanto isso o meu contrato de Minas Gerais atende somente um raio de 100 km na região de BH, onde lá, eu credenciei outro engenheiro através da minha empresa, o qual realizava as vistorias. Ou seja: A sua empresa pode ter mais de um engenheiro ou arquiteto, atuando em diferentes cidades, estados e serviços. Você que faz a demanda! O recorde da minha empresa foi 192 vistorias em um único mês.
Como foi explicado acima, são vários tipos de serviços, com os mais variados preços, partindo de R$ 450,00 até R$ 5.000,00. Mas dada a minha experiência nos últimos anos, atendendo 3 Estados, recomendo que você utilize uma média de R$ 650,00 por serviço. Mas lembre-se, você não precisa pegar um Estado inteiro, mas apenas a sua cidade e talvez algumas próximas à sua. Fazendo isso provavelmente terá um bom faturamento.
Sim. Em alguns Bancos, quando você faz o credenciamento você escolhe as cidades polos que quer atuar. Estas cidades geralmente são cidades de importantes na região em que ela está inserida. As cidades polos possuem as cidades vinculadas, dessa forma os Bancos pagam deslocamento de ida e volta entre a cidade polo e a cidade vinculada. Atualmente o valor médio praticado é de R$ 1,80 por km rodado. Ou seja, para você ir a uma cidade à 50 km de distância da cidade polo, você vai receber cerca de R$ 180,00 de deslocamento, mais o valor do serviço. Portanto é muito viável.
Sim. Os Bancos contratam a sua empresa e não você, pessoa física. Portanto você pode ter vários profissionais contratados pela sua empresa, atuando para você em diferentes cidades e estados.
Para fazer suas estimativas, considere com faturamento médio por Ordem de Serviço em R$ 650,00. Disso você vai precisar descontar os impostos (pelo menos cerca de 17%) e suas despesas. Em média sobra algo em torno de R$ 400,00 por OS.
Qualquer tipo de empresa, construtora ou prestadora de serviços, só paga imposto quando emite Nota Fiscal, ou seja, quando realiza faturamento. E o percentual desse imposto vai depender da sua forma de tributação, que pode ser: Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real. No curso terão horas e horas de estratégias para pagar menos impostos, escolhendo a melhor forma de tributação para cada tipo de empresa. E para completar, lembre-se que você não vai prestar serviço de construtora para os Bancos, mas sim serviços de engenharia, são coisas completamente distintas.
Depende. Alguns têm contratos para atender todo o território nacional, outros fazem as contratações por Estado. O principal deles, a Caixa, contrata por Estados. Portanto você pode escolher os estados que quer contratar e ainda escolher quais cidades dentro daquele estado você pode atender.
Os procedimentos para abertura da empresa serão todos explicados na fase inicial do curso. Vamos fazer juntos passo a passo. Vamos criar e deixar a sua empresa completamente regularizada. Estimo cerca de 15 a 60 dias até que você esteja com toda a empresa regularizada. Isso vai depender muito da burocracia da sua cidade. Mas enquanto a burocracia trabalha, você vai fazendo o curso e se preparando para a contratação.
O que os Bancos precisam é de um CNPJ, e não importa o tipo de empresa, todas são aceitas. Existem vários tipos de empresa, e vamos falar sobre todas no curso. Sendo que eu vou te ensinar e orientar a abrir aquela que melhor se encaixa no seu perfil profissional. Por exemplo, você pretende prestar serviços só para Bancos? Ou você quer também ter uma “construtora”? Vamos estudar todos os casos e possibilidades, e você vai poder escolher aquele que melhor achar conveniente para a sua realidade.
Não. Pois não é possível utilizar as atividades empresariais necessárias, que nesse caso é Serviços de Engenharia.
Sim, desde que esteja devidamente documentada. Para realização destes serviços, não recebemos clientes em nosso escritório, por isso pode ser na sua casa.
Não, os Bancos não exigem tempo mínimo de abertura. Se a sua empresa estiver toda regularizada e apta, você pode ser contratado. A grande questão está na sua documentação técnica, esta sim tem algumas exigências. Como por exemplo apresentação de ARTs para comprovação de experiência e até Laudos de Avaliação de serviços já realizados. Mas não se preocupe, pois no curso eu ensino passo a passo como preparar cada documento técnico, mesmo que você não tenha nenhuma ART emitida ou laudo produzido.
Não. O engenheiro pode ser tanto proprietário da empresa, quanto uma pessoa contratada. Mas eu recomendo que você como Engenheiro ou Arquiteto, seja pelo menos um dos sócios da empresa, pois, em TODOS os Laudos e peças técnicas que elaboramos, precisam das assinaturas do Responsável Técnico e Representante Legal da empresa. No meu caso, como eu sou o proprietário da empresa, eu mesmo assino tudo. Caso contrário, você sempre vai precisar da assinatura do “dono” da empresa, ou terá que trabalhar com procurações e outras burocracias. Por isso, recomendo que você seja no mínimo um sócio, para poder ser também o Representante Legal.
Para participar a Empresa precisar ter Engenheiro ou Arquiteto registrado no CREA ou CAU da empresa. Ou seja, o profissional não precisa ter carteira assinada por exemplo, basta ter um contrato de prestação de serviços (conforme modelo padrão fornecido pelo CREA/CAU). Por isso não é necessário que o Dono da empresa seja Engenheiro ou Arquiteto.
Com certeza! Perante o CREA ou CAU, você pode ser responsável técnico de até 2 empresas. E no caso de você ser dono, isso acrescenta mais a sua empresa, ou seja: Você pode ser o RT da sua empresa e mais 2. No caso do credenciamento, basta preparar a documentação da empresa que você vai credenciar, e a sua documentação técnica. Lembre-se, para o credenciamento a empresa precisa estar registrada no CREA ou CAU.
Poderia sim, basta o Dono da empresa que você é o RT aceitar participar do edital. Mas não recomendo, pois o contrato será dele e não seu. Dessa forma você fica 100% na mão dele. Outra questão é o risco de por exemplo a empresa dele sofrer alguma ação, ou bloqueio judicial, que impeça a continuidade dos serviços contratados pelos Bancos. NÃO RECOMENDO em hipótese alguma essa ideia. Comece do zero, mas não comece errado. É pra isso que serve o meu curso.
Como eu disse acima, vai depender muito do seu perfil. Mas basicamente, para Engenheiros e Arquitetos, o custo é mesmo, não importa o tipo de empresa. Existem vários tipos de tributação como por exemplo o Simples Nacional, o Lucro Presumido e o Lucro Real. No caso de Simples Nacional existe uma tabela, em que o percentual do imposto varia conforme o tipo de serviço que você presta, e ele vai aumentando conforme aumenta o seu faturamento. Já no Lucro Presumido não, é uma taxa fixa para cada tipo de serviço, por isso o nome “presumido”, você presume o seu lucro. Basicamente nós prestamos “Serviços de Engenharia e Arquitetura” e não praticamente não há diferença para uma empresa no Simples Nacional ou no Lucro Presumido, exceto pelas questões de encargos sociais que no lucro presumido são maiores, então, não existe estratégia milagrosa, é necessário adequar ao seu perfil. Agora, se você for querer ter uma empresa que também é construtora, daí eu recomendo o Lucro Real. Enfim, são muitos detalhes, mas o que posso adiantar que em média, o mínimo que você vai pagar de imposto para prestação de Serviços de Engenharia e Arquitetura é cerca de 17% sobre o faturamento. Mas não se preocupe com impostos meu amigo, sabe por que? O meu sonho é pagar R$ 500 mil de imposto todo mês, essa é minha meta de vida! Imagina só quanto eu vou estar lucrando.
O custo para abrir a empresa pode depender muito da sua cidade, pois as taxas municipais que você vai pagar, podem variar. Hoje em dia existem empresas online que prestam serviços de contabilidade (recomendo). São mais baratas e mais eficientes. No curso vou orientar você como escolher o seu contador. Vamos falar muito sobre isso no curso, porque o contador é o melhor amigo do empresário. Ele te deixa rico, ou ele te quebra. Os custos iniciais para abrir a empresa podem variar de R$ 1.500,00 a R$ 5.000,00, dependendo da sua cidade. Os custos de contador são mensais, todo mês tem que pagar, e variam de R$ 50,00 (online) até 1 salário mínimo (escritórios). E o imposto sobre cada serviço você só paga quando emite Nota Fiscal, ou seja, quando realiza um faturamento, o qual incide as taxas de tributação explicadas na pergunta anterior.
A contratação é um processo lento, não é resolvido em dias, mas sim em semanas ou meses, e isso é bom, pois dá tempo para você se preparar. Passado a fase de contratação e assinado o contrato, imediatamente você começa a prestar serviço. Alguns bancos têm contratos nacionais, outros são por estado. Com a Caixa por exemplo, minha empresa é credenciada em 3 estados: Rondônia, Mato Grosso e Minas Gerais. E em todos os casos eu comecei a prestar serviço imediatamente após a contratação.
Sim. Mas você não precisa emitir uma ART/RRT para cada serviço realizado, é feito apenas uma ART/RRT múltipla, incluindo todos os serviços prestados no mês. Ou seja, se você realizar 20 serviços no mês, você vai emitir uma única ART/RRT para todos eles. E isso é feito apenas uma vez por mês, no dia em que você realizar a emissão de nota fiscal de faturamento.
Alguns bancos têm edital aberto permanentemente. Mas a expectativa é que a Caixa abra contratação este ano em vários estados, pois, os meus contratos por exemplo foram assinados em dezembro de 2014, e tem validade de 5 anos. Ou seja, ela PRECISA abrir o edital para poder manter o quadro de empresas contratadas. Além de vários contratos estarem com os prazos acabando, o Governo Federal e Investidores do Setor Imobiliário tem muita expectativa na Reforma da Previdência, que vai fazer girar muito dinheiro no país através dos investimentos que virão. Então, muito provavelmente a demanda por imóveis vai aumentar bastante, fazendo com a Caixa e outros bancos precisem contratar novas empresas.
A chance é altíssima pois você irá aprender exatamente o que eu fiz para contratar em 3 estados. Mas lembre-se tudo depende da sua força de vontade e dedicação, pois não é algo simples. Requer muito empenho e estudo, mas tenho certeza de que se você seguir tudo que eu proponho no curso, você vai estar preparado para conseguir.
A desistência do contrato não gera penalidade ou multa, mas o não cumprimento das exigências contratuais sim. Por exemplo atraso na entrega dos serviços. Por isso escolha somente a região que realmente vai conseguir atender.
Inscreva-se no Site

Inscreva-se no Site

Receba todas as novidades do Mestre da Obra, basta informar o seu e-mail.

Seu e-mail está 100% seguro, não enviamos publicidade.

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.